Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Estilos de gestão 

 
 

Ao administrar uma carteira de ações, seja própria ou de um fundo de investimento, cada gestor pode optar por um estilo de operar no mercado.

Você também pode adotar uma dessas formas de gestão ou análise para sua própria carteira de ações. Contudo, algumas são extremamente complexas e exigem um conhecimento grande do mercado.

O mercado adota como jargão a nomenclatura em inglês para alguns destes estilos. Conheça os principais:

• Ativa
• Passiva 
• Market timing 
• Buy-and-hold 
• Top-down 
• Bottom-up 
• Contrarians

Ativa

Quando faz gestão ativa, o gestor quer obter rentabilidade superior à de um índice de referência (benchmark) preestabelecido, mesmo que para isso precise se expor a um nível de risco e volatilidade maior.

Passiva

Oposta à gestão ativa, na gestão passiva o gestor limita-se a reproduzir uma carteira teórica de determinado índice de referência (benchmark). Ela é adotada na gestão dos fundos de ações indexados, cujo objetivo é acompanhar o desempenho de seu índice de referência. O mesmo pode ser feito por um investidor, bastando apenas que compre todas as ações que compõem um determinado índice e na mesma proporção.

Market timing

Esta é uma estratégia de gestão derivada da gestão ativa. Os gestores de recursos que se utilizam da estratégia de market timing procuram aproveitar as oscilações do preço das ações para adicionar rentabilidade nas aplicações.

Eles procuram se antecipar às baixas e altas do mercado, comprando antes do preço da ação subir e vendendo antes de cair. Não é fácil identificar esses momentos, mas se bem realizada, essa estratégia pode gerar bons lucros.

Buy-and-hold

Trata-se de um estilo de gestão que é o oposto do market timing. Os gestores adeptos desta estratégia afirmam que os fatores sistêmicos são de difícil previsão e, na soma das movimentações de compras e vendas, o ganho é nulo. Assim, eles selecionam as melhores empresas, sem se preocupar com os movimentos de altas e baixas do mercado. Mantêm a ação em carteira até que alcancem o preço-alvo.

Top-down

O processo top-down inicia-se com a construção de cenários macroeconômicos e a projeção de variáveis como crescimento do PIB, inflação, taxa de câmbio, balanço de pagamentos, entre outros. Efetuam-se então previsões e projeções quanto ao desempenho dos setores em função dos cenários macroeconômicos estabelecidos. Posteriormente, são selecionadas as empresas que devem ser mais beneficiadas em cada setor. São escolhidas, então, as ações das empresas que apresentam melhores perspectivas.

Bottom-up

Este é um nome dado para uma estratégia de análise de investimentos focada nos fundamentos individuais de cada empresa. É uma avaliação de investimento baseada em informações relevantes ao negócio da empresa em si, como seu histórico, seu estilo gerencial, seu modelo de negócio, a perspectiva de crescimento e outras questões. Nesta avaliação não são considerados, como foco principal de análise, o setor no qual a empresa está inserida ou fatores macroeconômicos. Os que adotam essa estratégia de avaliação acreditam que as empresas são superiores ao grupo a que pertencem e que seu desempenho não está relacionado diretamente à sua indústria.

Contrarians

Os contrarians atuam contra o movimento da maioria. Quando todos estão comprando, eles começam a vender e vice-versa. Como devemos comprar na baixa e vender na alta, a atuação dos contrarians em geral é bem-sucedida. Porém, para atuar como um contrarian é necessário que o investidor tenha um raciocínio calculista e frio, sem se deixar influenciar pelos movimentos pontuais de mercado ou pelas emoções da massa.


Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.