Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Escola é lugar de aprender sobre finanças 

21/5/2017

 
Colégios foram ponto de destaque das atividades da Semana ENEF

Na 4ª Semana Nacional da Educação Financeira, um ponto de destaque foram as iniciativas desenvolvidas em escolas e colégios de todo o Brasil, atingindo o público infantil e jovem. Dezenas de eventos ocorreram no ambiente escolar – alguns organizados pelas próprias escolas, outros por secretarias de educação e outros ainda por empresas e entidades.

O fato é que a realização da Semana mobilizou professores, diretores e coordenadores pedagógicos do Norte ao Sul.


Mas por que focar nos pequeninos para ensinar sobre dinheiro, coisa que eles ainda nem conseguem ganhar sozinhos?

Uma explicação vem da professora Annamaria Lusardi, especialista em educação financeira e diretora da Escola de Negócios da Universidade Georgetown, nos Estados Unidos. “A escola ainda é a única ferramenta de igualdade que temos – e é por isso que precisamos de educação financeira lá, porque se não colocarmos isso na escola, onde eles vão aprender?”, disse Annamaria em uma entrevista ao aplicativo EXAME Hoje. “Esse tipo de conhecimento pode ir da criança para os pais. Quando as crianças aprendem, por exemplo, a importância de desligar a luz e economizar energia, elas vão para casa e ensinam isso a eles”. A professora esteve no Brasil para participar da abertura da Semana ENEF deste ano.

Em estados como o Tocantins, quem puxou a fila foi a Secretaria da Educação. O órgão convocou todas as unidades escolares a participar da Semana ENEF, sugerindo que cada uma desenvolvesse pelo menos duas atividades durante o período. Entre as ações realizadas estavam gincanas, aulões, competições e jogos envolvendo educação financeira. O resultado da mobilização foi impressionante: só a Secretaria cadastrou mais de 280 atividades na agenda oficial da Semana ENEF, sendo quase todas protagonizadas pelas escolas tocantinenses.

Tocantins é um estado que vem investindo em educação financeira, tendo desenvolvido um programa que atende 155.000 alunos de mais de 420 escolas estaduais. “O material didático distribuído pela Secretaria está presente nos 139 municípios tocantinenses, nas escolas regulares do ensino fundamental e médio. Nossa intenção é levar o programa a todas as modalidades e etapas do ensino, em 100% das unidades da rede”, disse Wanessa Zaravese Sechim, secretária da Educação, Juventude e Esportes, que participou da cerimônia de abertura da Semana ENEF.

Empresas também fizeram a sua parte. Uma oficina lúdica protagonizada por personagens da atração de TV Muppets foi realizada em mais de 40 unidades municipais de educação infantil e escolas públicas das periferias de São Paulo e de Belo Horizonte. A iniciativa foi patrocinada pela MetLife Foundation, com apoio da DSOP Educação Financeira. O público-alvo foram crianças de 3 a 6 anos, além de seus familiares, beneficiados indiretamente.

“Aprender a lidar com dinheiro afeta diretamente a vida de todos, e é na juventude que começa o aprendizado na tomada de decisões financeiras", afirmou Leonardo Pereira, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), durante um dos eventos de que participou na Semana ENEF. Para ele, a educação financeira deve ser estimulada desde a primeira infância, já que ajuda a desenvolver hábitos saudáveis.


Avaliação:
Deixe seu comentário
Nome  
  E-mail   
Comentário  
500 | Máximo 500 caracteres



Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.