Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Fundos mantêm bom desempenho no longo prazo 

9/8/2007

 
A oscilação do mercado financeiro em agosto não prejudicou o bom desempenho dos fundos DI, renda fixa e multimercados no longo prazo. Série histórica revela rentabilidade acima dos índices de referência, de janeiro de 2005 até agosto de 2007.

A turbulência vivida pelo mercado financeiro em agosto causou prejuízos a muitos investidores mundo afora, mas não foi suficiente para tirar o bom desempenho dos fundos de investimento aqui no Brasil.

Um levantamento feito pela Anbid mostra a rentabilidade média das principais categorias de fundos (DI, renda fixa e multimercados) e do benchmark (índice de referência, no jargão do mercado financeiro) do setor, entre janeiro de 2005 a agosto de 2007. Os números mostram que, apesar de algumas categorias terem registrado uma rentabilidade atípica em agosto, estes fundos ofereceram rendimento acima de do CDI no longo prazo.

A média de retorno das três categorias de fundos acumula rentabilidade positiva na série histórica, que vai de janeiro de 2005 até agosto de 2007, superando em alguns casos o CDI (que é a taxa de juros utilizada entre os bancos e o benchmark mais utilizado para estes fundos). Até mesmo fundos considerados mais conservadores como os referenciados DI renderam, na média ponderada da categoria, 48,05%, ante os 47,99% do CDI neste período. Boa performance de longo prazo também foi obtida pelos fundos de renda fixa, que registraram rentabilidade de 47,34%, menos de um ponto percentual abaixo do CDI. Fundos de maior risco e, consequentemente maior retorno, como o caso dos multimercados, renderam 51,65% no acumulado deste período.

O fechamento do mês de agosto, divulgado pela Anbid, demonstra que a média dos fundos da categoria DI não sofreu os impactos negativos da turbulência. A rentabilidade no mês foi de 0,98%, comparado a 0,99% do CDI, no mesmo período. Os fundos de renda fixa tiveram rentabilidade ligeiramente menor, de 0,86%. Já os multimercados foram os que mais sentiram o impacto das fortes oscilações dos mercados, registrando, na média da categoria, rentabilidade negativa de 0,40% no mês de agosto.

Para o gerente técnico de fundos de investimentos da Anbid, José Eduardo Brazuna, nos momentos de crise a atitude mais inteligente para evitar a perda de dinheiro é a calma do investidor. "É preciso ter sangue frio nos momentos de turbulência e não alimentar o conhecido efeito manada? Sair desesperadamente resgatando os recursos aplicados nos fundos pode ser uma estratégia muito arriscada", conclui o gerente.

A visão de longo prazo tem sido fator determinante para o investidor obter uma rentabilidade positiva para os investimentos de maior risco. Afinal, uma perda hoje pode ser compensada por um ganho amanhã. Além disso, a diversificação dos investimentos continua sendo a principal fórmula para diluir riscos.

Entenda as principais categorias de fundos

Fundos DI
Os fundos DI são considerados conservadores e figura entre os preferidos de muito investidores brasileiros. Como aplicam grande parte de seu patrimônio em títulos do governo federal os DI são considerados de baixo risco. Saiba mais.

Multimercados
Os fundos multimercados se caracterizam por terem uma carteira diversificada. Geralmente eles aplicam recursos em diversos mercados como o de juros, câmbio, ações e papéis da dívida brasileira emitidos nos mercados interno e externo. Saiba mais.

Renda Fixa
Estes fundos aplicam parte dos recursos em títulos de renda fixa pós e prefixados. São chamados de renda fixa porque apresentam normalmente em suas carteiras uma participação maior de papéis prefixados ou indexados à índices de preço. Saiba mais.

Data Referenciados DI Renda Fixa Multimercados CDI Over
jan/05 1,38 1,29 1,03 1,38
fev/05 1,22 1,19 1,47 1,22
mar/05 1,55 1,57 1,11 1,52
abr/05 1,14 1,44 1,43 1,41
mai/05 1,50 1,36 1,40 1,50
jun/05 1,59 1,41 1,11 1,58
jul/05 1,51 1,33 1,17 1,51
ago/05 1,64 1,42 1,22 1,65
set/05 1,51 1,34 1,33 1,50
out/05 1,40 1,39 0,99 1,40
nov/05 1,41 1,43 1,57 1,38
dez/05 1,50 1,56 1,97 1,47
jan/06 1,45 1,53 2,58 1,43
fev/06 1,16 1,25 1,99 1,14
mar/06 1,41 1,30 1,19 1,42
abr/06 1,08 0,99 1,22 1,08
mai/06 1,27 1,00 (0,97) 1,22
jun/06 1,18 1,24 1,57 1,18
jul/06 1,15 1,20 1,67 1,17
ago/06 1,24 1,26 1,56 1,25
set/06 1,04 1,07 1,38 1,14
out/06 1,09 1,18 1,74 1,09
nov/06 1,01 1,11 1,54 1,02
dez/06 0,98 1,11 1,78 0,98
jan/07 1,08 1,11 1,24 1,08
fev/07 0,86 0,93 0,85 0,87
mar/07 1,05 1,13 1,38 1,05
abr/07 0,94 1,14 2,04 0,94
mai/07 1,03 1,13 2,25 1,02
jun/07 0,90 0,88 0,88 0,90
jul/07 0,97 0,86 0,68 0,97
ago/07 0,98 0,86 (0,41) 0,99
Acumulado 48,05 47,34 51,63 47,99
Dados referentes ao período de 1/1/2005 a 31/8/2007

Avaliação:
Comentários postados (65)
Por: Luiz Gonzaga Rocha Rocha em 14/9/2016 às 13:48
Esse período de índices apresentado não é útil para decisões atuais.
Por: Sueli Regina Santos de Jesus em 3/9/2016 às 18:43
Como calculo uma aplicação de R$100.000,00 no LCA?
Por: debora gomes silva em 2/6/2016 às 4:06
Eu estou interessada em investi no fundos DI, li as orientações mais gostaria de uma explicação segura. Do banco e um esclarecimento.
Deixe seu comentário
Nome  
  E-mail   
Comentário  
500 | Máximo 500 caracteres



Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.