Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Tipos de Oferta 

 
 

Os principais segmentos do mercado financeiro e de capitais pelos quais circulam debêntures são o mercado primário e o mercado secundário.

No mercado primário, ocorrem lançamentos de debêntures por meio de oferta pública ou de distribuição entre acionistas da companhia e investidores qualificados. Nesses casos, os recursos são canalizados para a companhia emissora.

Já nos mercados secundários, a debênture circula nos chamados mercados de balcão organizados, administrados, basicamente, pela Andima ou pela BM&FBovespa. Nesses mercados, as transferências se dão entre investidores.

Oferta Primária

No mercado primário, os recursos captados na emissão de debêntures revertem diretamente para a caixa da companhia emissora. Portanto, é o lançamento de venda de debêntures ao público investidor.

 

O lançamento de debêntures se dá, normalmente, por uma oferta pública, que se caracteriza por ser extensiva a não acionistas da companhia emissora.

O Programa de Distribuição segue, normalmente, um cronograma de atividades. Acompanhe o exemplo:

Cronograma:
D + 0 - Publicação do Aviso ao Mercado
D + 0 - Disponibilização do Prospecto
D + 0 - Início das apresentações (Road Show)
D + 0 - Início do bookbuilding
D + 5 - Início do período de reserva
D + 10 - Encerramento do período de reserva D + 15 - Encerramento das apresentações (Road Show)
D + 15 - Encerramento do bookbuilding
D + 15 - Fixação do preço de subscrição
D + 15 - Assinatura do Contrato de Distribuição
D + 16 - Publicação do anúncio de início da distribuição pública
D + 20 - Divulgação do anúncio de opção de distribuição de lote suplementar (green shoe)
D + 25 - Início da negociação

Oferta Secundária

É o segmento no qual são efetuadas as operações de compra e venda, entre investidores, dos títulos lançados no mercado primário.

 

No mercado secundário, compra e venda de títulos entre investidores, a presença da companhia emissora como participante não acontece diretamente.

Nesse mercado, participam: os membros de mercado (representados pelas sociedades corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários, bancos comerciais de investimento e múltiplos); clientes especiais (instituições financeiras, os fundos, outros investidores institucionais, por exemplo); e investidores não residentes regulamentados pelo Conselho Monetário Nacional.

Com a popularização e o aumento de negociação das debêntures simplificadas, o investidor individual poderá também fazer parte desse mercado.

Os participantes, para operar nesse mercado, devem possuir conta individualizada na Cetip.


Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.