Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Consultório do Investidor 

 
 

O Como Investir te ajuda a sanar suas dúvidas a respeito de Finanças Pessoais e Investimentos. As respostas são enviadas para você e publicadas aqui no Consultório. A gente pode até entrar em contato com você para transformar a sua pergunta em uma matéria do site. Que tal?

Já olhou as perguntas já respondidas? Se a sua não estiver lá, será um prazer respondê-la.

Olá, estou começando a estudar as possibilidades de investimento para aumentar minha rentabilidade e garantir um futuro seguro. Estou retirando várias dicas muito boas aqui do Como Investir, mas tenho uma dúvida que ainda não encontrei a resposta: Atualmente possuo o financiamento de carro cujo a parcela toma 17% do meu rendimento liquido. Estou em dúvida sobre se decisão mais certa a se tomar neste momento é ecomizar e quitar esta dívida o quanto antes ou aplicar o valor que seria economizado em algum tipo de investimento de acordo com o meu perfil? Desde já agradeço... Enviado por: Alisson Lima Data postagem: 08/04/2013
Olá Alisson! A conta que você precisa fazer é quanto você paga de juros ao mês por esse empréstimo e quanto um investimento (considerando seu perfil de risco) poderia te render também ao mês. Em geral, os juros pagos em financiamentos são altos, maiores do que a lucratividade dos investimentos. Se for esse o seu caso, Vale a pena juntar dinheiro para quitar o financiamento, pois o ganho nesse momento não compensará o "gasto" com o pagamento dos juros. Além disso, quando você quita um empréstimo, em geral consegue um desconto por estar antecipando o pagamento. Vale a pena fazer as contas e avaliar a possibilidade de quitar esse financiamento. Depois disso, continuar poupando todo mês, mas aí começar a aplicar esse dinheiro. Lembramos que o Como Investir não presta nenhum tipo de consultoria de investimento, apenas fornece conceitos para que você fique cada vez mais bem informado e possa tomar decisões com segurança. Bons investimentos!
Boa tarde! Em breve, meu marido e eu receberemos 150.000 reais relativos à venda de um apartamento . No momento, estamos pagando 1.000 reais de aluguel e temos um contrato de mais 11 meses, no mínimo. Queremos comprar um imóvel maior, mas ainda não o escolhemos. O que fazer com os 150.000, considerando que desejamos alguma liquidez para investir em outro imóvel nos próximos meses? Enviado por: Charlene Miotti Data postagem: 08/04/2013
Charlene, o primeiro passo é procurar seu banco ou corretora e preencher um questionário de API (Análise de Perfil do Investidor). Como você precisará do dinheiro em breve, muito provavelmente a indicação da instituição, depois de você preencher o questionário, será para você fazer aplicações consideradas conservadoras. A própria instituição recomendará que aplicações são essas com base em todas as informações pessoais que você fornecerá a ela. Bons investimentos!
Foi me oferecido um fundo IMA-B, gostaria de saber se essa é a hora de entrar? e qual prazo devo permaneçer para se tornar rentavel ? Obrigado Enviado por: Jefe Pinheiro Data postagem: 08/04/2013
Jefe, nossa sugestão é para você fazer o caminho contrário. Veja qual o seu objetivo para o dinheiro que vai investir e quando precisará resgatá-lo. Aí consulte o gerente do seu banco ou seu consultor de investimentos para avaliar quais as perspectivas de valorização ou desvalorização desse fundo, considerando as projeções de taxa de juros, inflação etc. Com suas necessidades em mãos e uma avaliação de um profissional sobre as condições do mercado, você saberá decidir pelo melhor investimento para você! Bons investimentos!
Boa noite! gostaria de investir em ouro 1 a 5 gramas +- 1.000, é vantajoso deixar a a longo prazo ? Pois eu estou entrando neste mercado de acionista agora e estou um pouco preocupado. Embora dizem que por mais que o dólar se desvaloriza o ouro nunca perde o seu valor. Enviado por: bruno Data postagem: 08/04/2013
Bruno, antes de decidir que produto é melhor para você, você deve definir o que pretende fazer com o dinheiro que possui hoje para aplicar e por quanto tempo pode deixá-lo aplicado. Essas e outras informações como sua idade, experiência com investimentos e situação financeira determinam seu perfil de risco. As instituições (bancos/corretoras) podem te ajudar a traçar esse perfil. Muitas delas te dão sugestões de onde investir, assim que você preenche o questionário de API (Análise de Perfil do Investidor). Lembre-se, o melhor produto para o seu caso será aquele que melhor atender os seus objetivos, considerando suas necessidades de liquidez, risco e rentabilidade. Bons investimentos!
Tenho um rendimento em torno de R$ 2.500,00 que aplico na poupança todo mês. Gostaria de saber qual a melhor aplicação existente hoje, com rendimento acima da poupança. Não uso esse dinheiro, então busco uma aplicação de longo prazo mais rentável. Enviado por: Marcelo Billi Data postagem: 08/02/2012
O Como Investir não faz recomendação de investimentos. Nosso objetivo é contribuir com informações didáticas para que os investidores tomem decisões conscientes e embasadas na hora de aplicar seus recursos. Ao escolher uma opção de investimento, você deve levar em consideração o seu perfil e seus objetivos. Depois de ter muita clareza a respeito de que tipo de risco você está disposto(a) a correr, é hora de analisar as opções de investimento. Aqui no Como Investir, você encontra informações sobre a maioria delas (que estão nas seções do site, como fundos, ações, debêntures, títulos públicos. Preste atenção em todos os detalhes: a característica de cada tipo de investimento, os riscos e os custos para investir. Nossa matéria sobre Perfil do Investidor também pode te ajudar a começar a refletir sobre o seu apetite por risco e sobre que tipo de investimento combina com seu perfil.
Por que os cotistas de fundos pagam taxa de administração? Enviado por: paula diniz Data postagem: 08/02/2012
Um fundo de investimento funciona como um condomínio. O objetivo desse condomínio é montar e gerir uma carteira de investimentos para dar um retorno aos seus condôminos, que são os cotistas, ou seja, os investidores do fundo. Para isso, o fundo precisa de um gestor, que analisa o mercado, escolhe que tipo de aplicação o fundo vai fazer, decide quando vender e comprar ativos que compõe a carteira do fundo. Além do gestor, o fundo precisa de um administrador, que cuida do funcionamento do fundo, coordenando inclusive a atuação de todas as instituições que prestam serviços para o fundo. O administrador é também o defensor dos direitos do cotista. A taxa de administração serve para remunerar o trabalho do gestor, do administrador e de outras instituições que ajudam o fundo a funcionar.
Qual é a melhor opção de investimento? Ações? Títulos Públicos? Fundos? Enviado por: paula diniz Data postagem: 08/02/2012
A resposta para essa pergunta é diferente para cada pessoa. Ela depende de vários fatores, como, por exemplo, por quanto tempo ela pode deixar o dinheiro investido, se ela é uma pessoa conservadora ou arrojada, quais os planos para aquele dinheiro. Enfim, o investimento ideal depende do perfil do investidor. Assim, é sempre muito importante refletir muito sobre esses fatores antes de decidir por algum tipo de aplicação. Para aprender mais sobre o perfil do investidor, você pode acessar a matéria sobre o tema, aqui mesmo no Como Investir.

Caso sua dúvida não esteja aqui, pergunte para nós! Você receberá sua resposta por e-mail e ela também será publicada nessa página.


Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.