Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Glossário 

 
 

M

Marcação a Mercado -
Significa contabilizar os ativos pertencentes à carteira dos fundos pelo valor diário do mercado, não pelo valor de aquisição corrigido pela taxa contratada. Mesmo os fundos, cujas carteiras são compostas por títulos de renda fixa, que têm taxa pré-determinada no momento da compra, sofrem oscilação até o vencimento do papel. Isso porque no mercado financeiro os títulos são negociados diariamente, no chamado mercado secundário. É nesse mercado que se reflete a oscilação diária da taxa.
Margem -
 Parte do valor de uma operação efetuada em bolsa de valores, que o comprador deposita como garantia de liquidação do negócio num prazo determinado, realizado em dinheiro, títulos ou fiança bancária, de acordo com os critérios fixados pela bolsa, que deverão ser mantidos até o vencimento ou liquidação do contrato a termo, futuro ou de opções.
Mercado a Termo -
Os contratos a termo são acordos de compra ou venda em determinada data futura por preços previamente estabelecidos, cuja liquidação financeira ou entrega física do ativo acontece, geralmente, no vencimento. Os contratos a termo podem ser negociados em bolsa, entre duas instituições financeiras ou entre uma instituição e um cliente.
Mercado à Vista de Ações -
Mercado que reúne negociações cuja liquidação física (entrega dos títulos pelo vendedor) ocorre no segundo dia útil após a realização do negócio em pregão. A liquidação financeira (pagamento dos títulos pelo comprador) se dá no terceiro dia útil posterior à negociação, logo após a liquidação física.
Mercado Aberto ou Mercado Secundário -
É qualquer mercado sem local físico determinado e com livre acesso à negociação. No Brasil, um exemplo de mercado aberto é o mercado de compra e venda de títulos públicos, orientado e fiscalizado pelo Banco Central, um instrumento de política monetária para expandir ou contrair as disponibilidades em dinheiro no mercado financeiro, e otimizar a liquidez da economia. No caso dos bancos, open market são reservas secundárias de alta liquidez, permitindo a cada banco ajustar instantaneamente sua própria liquidez, remunerando disponibilidades de curtíssimo prazo.
Mercado de Ações -
Parte do mercado de capitais que compreende a colocação primária de ações novas, emitidas por empresas, e a negociação secundária (em bolsas de valores e no mercado de balcão) das ações já colocadas em circulação.
Mercado de Balcão -
Mercado em que as negociações ocorrem fora do ambiente de bolsas de valores.
Mercado de Capitais -
Compreende toda a rede de bolsas de valores e instituições financeiras, na qual são realizadas as operações de compra e venda de ações, títulos e valores mobiliários, efetuadas entre empresas e investidores, com intermediação obrigatória de instituições financeiras do sistema de distribuição de títulos e valores mobiliários.
Mercado de Opções -
Mercado no qual são negociados direitos de compra (call) ou venda (put) de ações, índices de ações, moedas, contratos futuros ou títulos, com preços de exercício pré-estabelecidos. No Mercado de Opções, compradores têm o direito de comprar ou vender uma certa quantidade de ativos, a um preço pré-fixado até uma data, enquanto os vendedores ficam com a obrigação de vendê-la ou comprá-la conforme o acordado. O comprador que adquire uma opção de compra espera que o preço futuro suba. Na compra de uma opção de venda, ele espera que o preço futuro caia. Já a expectativa do vendedor é oposta: se ele vende uma opção de compra é porque espera que o preço futuro caia. Se espera que o preço futuro suba, vende a opção de venda. A diferença do valor pago e do valor recebido é chamada de prêmio.
Mercado de Swaps -
Swap significa troca. No caso dos contratos de swaps, pode-se trocar moedas, taxa de juro ou commodities. Um swap de taxas de juros pode ser utilizado para transformar uma taxa flutuante numa taxa fixa, e vice-versa. Um swap de moedas pode ser usado para transformar um empréstimo numa moeda estrangeira em outra moeda. É uma operação mais sofisticada. Por isso, as tesourarias de bancos e os gestores de fundos de investimento são os que mais usam o mercado de swaps. A idéia é que dois investidores façam aplicações "casadas" que, no dia do vencimento, servirão como proteção do dinheiro ou até mesmo como especulação para aumentar o capital.
12

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.