Busca
Como Investir - O Portal de Educação Financeira da ANBIMA

 Tributação 

 
 


Para os investidores pessoas físicas residentes no Brasil, os impostos incidentes sobre as operações realizadas com títulos públicos no Tesouro Direto são os mesmos que incidem sobre as operações de renda fixa,ou seja, há cobrança de Imposto de Renda sobre os rendimentos dos títulos, conforme o prazo que  o investidor permanecer com eles.

O Imposto de Renda só é cobrado no momento da venda ou vencimento do título.

 Prazo do Investimento

 Alíquota do IR que incide sobre os rendimentos

Até 180 dias 22,5%
De 181 a 360 dias 20%
De 361 a 720 dias 17,5%
Acima de 721 dias 15%


No caso dos títulos públicos adquiridos pelos investidores através do Tesouro Direto, o recolhimento dos impostos devidos é responsabilidade do Agente de Custódia. Há incidência de impostos sobre os recursos financeiros referentes à recompra, juros ou resgate dos títulos, caso o investidor tenha obtido algum rendimento na operação.

Também vale destacar que há incidência de IOF nos investimentos de prazo inferior a 30 dias. Neste caso a alíquota é de 1% a.d. limitado, em função do prazo (de 1 a 30 dias), ao rendimento das operações (de 96% a 0% do rendimento).


Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Licença Creative Commons

© Como Investir. O conteúdo do site Como Investir está protegido pela licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Sem Derivados 3.0 Não Adaptada. Você está autorizado a reproduzir o conteúdo, desde que cite a fonte original, não edite ou altere as informações e não faça uso comercial delas. Por favor, consulte o site da Creative Commons para verificar as condições legais para utilização do conteúdo.